Arquivo de março, 2012

#1522 – Radio Rock Pirata

Posted in Cinema, Clássico, Rock with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 31 de março de 2012 by Ricardo Somera

1966 – A Grande Era do Rock´n Roll Britânico. Mas a rádio BBC toca menos de 45 minutos de música pop por dia. Felizmente as rádios piratas ancoraram no Mar do Norte e tocam pop e rock 24 horas por dia e 25 milhões de pessoas (metade da população britânica) ouvem as rádios piratas todo os dias.”

Esse é o mote para Os Piratas do Rock (The Boat That Rocked), o melhor filme rock desde “Quase Famosos

Abaixo coloquei a lista completa da trilha sonora (é só clicar no nome da música pra escutar):

Disc 1

1.”Stay with Me Baby” (originally performed by Lorraine Ellison) – Duffy
2.”All Day and All of the Night” – The Kinks

3.”Elenore” – The Turtles
4.”Judy in Disguise (With Glasses)” – John Fred & His Playboy Band
5.”Dancing in the Street” – Martha Reeves & the Vandellas
6.”Wouldn’t It Be Nice” – The Beach Boys
7.”Ooo Baby Baby” – Smokey Robinson & The Miracles
8.”This Guy’s in Love with You” – Herb Alpert & The Tijuana Brass
9.”Crimson and Clover” – Tommy James and The Shondells
10.“Hi Ho Silver Lining” – Jeff Beck
11.”I Can See for Miles” – The Who
12.”With a Girl Like You” – The Troggs
13.”The Letter” – The Box Tops
14.”I’m Alive” – The Hollies
15.”Yesterday Man” – Chris Andrews
16.”I’ve Been a Bad Bad Boy” – Paul Jones
17.”Silence Is Golden” (originally performed by The Four Seasons) – The Tremeloes
18.”The End of the World” – Skeeter Davis

Disc 2

1.”Friday on My Mind” – The Easybeats
2.”My Generation” – The Who
3.”I Feel Free” – Cream
4.”The Wind Cries Mary” – The Jimi Hendrix Experience
5.”A Whiter Shade of Pale” – Procol Harum

6.”These Arms of Mine” – Otis Redding
7.”Cleo’s Mood” – Jr. Walker & the All Stars
8.”The Happening” – The Supremes
9.”She’d Rather Be with Me” – The Turtles
10.”98.6” – The Bystanders
11.”Sunny Afternoon” – The Kinks
12.”Father and Son” – Cat Stevens

13.”Nights in White Satin” – The Moody Blues
14.”You Don’t Have to Say You Love Me” – Dusty Springfield
15.”Stay with Me (Baby)” – Lorraine Ellison
16.”Hang On Sloopy” – The McCoys
17.”This Old Heart of Mine (Is Weak for You)” – The Isley Brothers
18.”Let’s Dance” – David Bowie

#1523 – Agora Pare!

Posted in Axé, Clássico, Música Brasileira with tags , on 31 de março de 2012 by Ricardo Somera

#1524 – Blogueira indie é protagonista da web série “Let’s Big Happy”

Posted in Experimental, Indie, Série with tags , , , , on 31 de março de 2012 by Ricardo Somera


A web série “Let’s Big Happy” (nome do blog ficcional da protagonista) desenvolvida pelo MySpace em parceria com a Fox Digital Entertainment conta a história de Olive (Angela Sarafyan, de Crepúsculo) uma blogueira de música que após conseguir por acaso fazer uma banda virar um hit na internet é procurada por outros artistas que também querem visibilidade.
Bandas como We Are Scientists, Chiddy Bang e Math The Band são as estrelas cobaias da primeira temporada que conta com 7 episódios.

No site oficial da web série apenas os dois primeiros capítulos estão disponíveis (a estréia foi dia 28/03), mas se você tem Netflix já pode conferir toda a temporada legendada.

O fast food mexicano Taco Bell é patrocinador da série pelo seu projeto Feedthebeat.com. Diferente de muitas produções brasileiras o patrocinador quase não é mencionado, mas sempre está presente com o caminhão que Andrew WK dirige.
Pelo final da temporada parece que tem mais pela frente numa road pelos Estados Unidos.

Vale o play!

#1525 – O vinil voltou e você pode fabricá-lo em casa

Posted in Indústria with tags , , , , on 29 de março de 2012 by Ricardo Somera

O vinil voltou a ser hype há poucos anos. Com o a invenção do formato MP3 e do iPod podemos ter hoje no bolso centenas de álbuns de várias banda de todo o mundo, de todas as épocas. Mas isso nos trouxe um probleminha: não escutamos direito nenhum álbum.

Antes quando alguém perguntava qual disco (CD) que você estava escutando naquela semana/mês você dizia: o último do Strokes, compre o “Millennium” do Bob Marley. rs

E foi nesse filão que as bandas/estúdios/selos “redescobriram” o vinil. O álbum de uma banda é uma obra de arte (nem todas as bandas, eu sei) e deve ser apreciada com paciência e pra quem gosta muito de música isso é um prazer. Por isso hoje qualquer banda, de The Black Keys (que vende muuuuito vinil) até mesmo a Pitty, já adotam esse formato quando vão lançar um novo trabalho.

Mas e quem quer ter sua própria “fábrica de vinil” em casa? Parece estranho, mas dois alemães inventaram essa máquina doméstica de fabricação das “bolachas”. É a “VINYLRECORDER T-560”, custa 4.230 dólares e dá pra compra aqui.

A única fábrica de vinil no Brasil é a Polysom. Olha que legal esse vídeo que mostra o processo de fabricação profissional dos discos.

Música do vídeo: Boss in Drama

#1526 – Michael Marley

Posted in Clássico, Pop, Reggae with tags , , on 29 de março de 2012 by Ricardo Somera

Olha o Michael Jackson (Jacksons Five) cantando “I Shot the Sheriff” na TV em 1977.

#1527 – Cinco filmes brasileiros que vão fazer barulho em 2012

Posted in Cinema with tags , , , , , , , , , , , , on 28 de março de 2012 by Ricardo Somera

Fiz a seleção de trailers de cinco filmes brasileiros que vão fazer barulho nesse começo de 2012.

Heleno – O Príncipe Maldito (de José Henrique Fonseca), Xingu (de Cao Hamburger – “O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias“), Paraísos Artificiais (de Marcos Prado – “Estamira“),  Luz nas Trevas – A Volta do Bandido da Luz Vermelha (de Helena Ignez e Ícaro Martins) e Corações Sujos (de Vicente Amorim – “O Caminho das Nuvens“)

Heleno – O Príncipe Maldito (30 de março)

Xingu (6 de abril)
Música de Beto Villares (Abril Despedaçado)

Paraísos Artificiais (27 de abril)
Com músicas de Gui Boratto, Deadmou5 e Renato Cohen.

Luz nas Trevas – A Volta do Bandido da Luz Vermelha (Maio)

Com Ney Matogrosso, Criolo, Mário Bortollotto, entre outros

Corações Sujos (1º de junho)

#1528 – Projeto X e Shame no meu novo cinema predileto

Posted in Cinema with tags , , , , , , , , , , on 27 de março de 2012 by Ricardo Somera

Na quinta-feira passada fui ver Pina 3D no Kinoplex Itaim. Já tinha ouvido falar muito bem do lugar e gostei bastante do conforto das poltronas e do lugar em si. Tudo muito bonito, mas na minha opinião muito caro (R$ 14 meia entrada). A vantagem é que estava passando uma pré-estréia em dia de semana às 18h. Fui, conheci e curti, mas não sei se voltarei.

O “meu novo cinema predileto” do título é o UCI Jardim Sul e se você mora na região de Santo Amaro/Morumbi também vai virar o seu cinema de cada semana. Há pouco tempo descobri que as segundas-feiras qualquer filme (2D) custa apenas R$ 7 a INTEIRA em qualquer horário. A programação mescla blockbusters (como Jogos Vorazes) com filmes de circuito restrito (Shame e documentários) e tem um combo de segunda que custa R$3,50 (pipoca, refri e Sonho de Valsa) e o melhor: é vazio.
É o cinema mais perto da minha casa e como estou aproveitando do meu tempo para o ócio criativo pego duas sessões seguidas pagando meia (cliente Itaú paga meia). Virou minha casa as segundas.


Hoje comecei com “Projeto X”, do diretor estreante Nima Nourizadeh e produzido por Todd Phillips (diretor de Se Beber Não Case). O filme conta a história de três losers (Thomas, Costa e JB) que querem muito ser populares no colégio e resolvem dar uma festa de aniversário para Thomas que tem como objetivo tirar os três do “anonimato” e pegar as garotas mais gatas do colégio, claro. Os pais de Thomas vão viajar e aí começa a festa com drogas, sexo, álcool e … MUITA CONFUSÃO. rs

É o American Pie da Geração Y e como não poderia deixar de ser com muito rap e dubstep. Eu dei boas risadas, mas com a legendagem que vi no cinema muitas piadas perdem todo o sentido e conseqüentemente a graça. Os “legendadores” tentaram suavizar palavras como pussy e as legendas as vezes pareciam que nem era do filme que eu estava vendo. Lamentável!

A trilha sonora oficial (a que vendem em CD) não me agradou muito, mas no contexto do filme fica simplesmente FODA. Há algumas músicas que estão no filme, mas não na trilha sonora (em CD) como LCD Soundsystem (Daft Punk is Playing at My House), Yeah Yeah Yeahs (Heads Will Roll – A-Trak Remix), Designer Drugs (Riot) e até Bonde do Rolê (Marina Gasolina do Bairro).

Não tem como perder uma festa dessa.

***

Depois de sair de Projeto X emendei uma sessão adulta e fui ver Shame (de Steve McQueen) que conta a história de Brandon (Michael Fassbender) um homem bem sucedido, bonito, solteiro e viciado em sexo. Tudo aparentemente está bem até que sua irmã Sissy (Carey Mulligan) aparece para ficar alguns dias em seu apartamento. Como até o momento Brandon vivia sem os olhares de ninguém e vivia suas aventuras e taras sexuais com quem e onde bem entendesse a presença de sua irmã causa um desconforto que leva a uma tensão sexual e psicológica no filme. Seu vício em pornografia, seus relacionamentos instáveis e os sentimentos que o personagem transmite ao expectador são extremamente provocativos e perturbadores. É um filme adulto, não agrada a todos e coloca o dedo em muitas feridas sentimentais. Eu achei sensacional.

Imperdível.

Um dos momentos mais bonitos do filme: Sissy canta “New York, New York”.